Por eles

A Pa, super faz jus ao nick Glassofvodka, sabe?
Ela me faz cia nos momentos de solidão, sempre vem falar cmg de uma forma  super alegre, ouve pacientemente tds meus momentos de “aluguel”, e ainda põe a  minha moral la em cima haha; Pouco conheço essa criaturinha, mas posso dizer  que no que conheço, ela é demais.. Está passando por uma fase difícil, que é  crescer, transição entre escola e faculdade, sair ou não de casa, mas tenho certeza q ela fará as melhores escolhas, e independente de qual seja, espero poder um dia conhecê-la pessoalmente, e sei tb que não vai se arrepender, seja estudando aqui pertinho da gente, ou por ae em MG msm, comendo mto queijo e doce de leite *-* hahaha

Paty, Patynha, minha amiguinha (ridículo)…
Você é meu ninguém, meu alguém, é quem sabe tudo sobre mim. É você quem me ouve falar dos meus problemas, dos meus rolos (peguetes ;x), do (???)².
É você quem me dá bronca, que “viaja” comigo, que fala e pensa besteiras, quem me consola, me ajuda, me faz rir e está sempre presente mesmo que seja por telefone e só pra fofocar.
Minha MELHOR amiga, melhor ninguém.
Amo você.

A Pazinha… rs, não sabia que iria criar um laço tão forte com alguém que eu conheci em  uma  comunidade! hahahaha e desde então só vem crescendo um amizade enorme. Tenho  muito  carinho e admiração por essa garota, pelo seu esforço, dedicação e a certeza  daquilo que ela  deseja e luta pra conquistar seus objetivos, adoro muito essa menina  mesmo sabendo que  não expresso muito isso a ela, mas no fundinho eu sei que ela sabe..  minha melhor amiga! *-* =]

(L) Gui (L)

Pa? Falar sobre você é fácil e ao mesmo tempo difícil, pois quero dizer tanto e no fim  acabo não dizendo nada. Posso dizer que você é uma pessoa encantadora, que entrou  na minha vida faz pouco tempo, mas que já faz ela ter um sentido diferente e um  colorido especial. A flor do meu jardim, o meu amor! ♥

Inicio de uma amizade, cumplicidade, carinho, atenção, brigas, conselhos, viagens, músicas  cantadas ensurdecedoramente, estudos, paies, aniversários constrangedores, café cowboy,  caipivodkas, abraços, sentimentos verdadeiros, lágrimas, crises de riso… amizade verdadeira  pra vida inteira!

a patêê é só o que faltava pro meu pãozinho fica bão! 😛

aheoiahia amoo essa pequena demais!

Nem tem mt o que flar ne… odeeeio aquelas frases de sempre…
So tenho que te agradecer por estar na minha vida esse tempo todo, agradecer todas  as conversas intimas, bestas, serias (ate mesmo por msn ;P).. e tuuudo o q vc já fez  por mim ate hj meninaa!
Não esquece que eu te amoo muito apesar de as vezes eu ser meio lezada e ficar  isolada da galera… mais.. valeeeu msm por toodas as risadas q demos juntas e que ainda vamos dar ;PP (espero que no fim do ano todas nóss ne parceera ^^)!!!!
Entaao é issoo… intimaçaao retribuiiida! (L)(L) teeee amooo Srª Hanibbal

Vamos aos fatos…
Fui intimado convidado a falar sobre a senhorita (?) que cá comanda. E o  porquê desse   convite?
Será que o fato de convivermos quase maritalmente há mais ou menos uns  seis anos é   relevante?
Durante a quinta série, em meio a pessoas que não eram err, digamos,  exemplos de   educação e inteligência, aquela menininha mimada e um tanto  quanto presunçosa não  me chamava atenção.
Pouco tempo depois, brigávamos feito Tom e Jerry.
Pouco tempo depois, descubro que ela mora oito casas abaixo da minha, na  mesma rua.
Pouco tempo depois, conversávamos diplomaticamente.
Algum tempo depois, éramos bons amigos até que me mudei de escola e nos afastamos um pouco.
Mas ahá, eis que na primeira aula da oitava série a titular do blog estava sentada à direita e adiante desse que vos fala.
Daí pra frentee, tudo foi diferentee, ela aprendeu a ser gente! ♪
[Eu sei que foi brega, mas não resisti].
Hoje, no terceiro ano do ensino médio, estou perdendo uma aula de geografia (sim, eu gosto.) pra falar alguma coisa de uma pessoa que compartilhou momentos importantíssimos da minha vida. E mesmo com um eventual afastamento não ficará perdida em fotos velhas, pois de muitas formas já faz parte da minha ainda curta história. Quem conhece há muito tempo sabe que atrás dessa carcaça áspera e muitas vezes grossa, existe uma menininha frágil que do seu jeito valoriza devidamente as amizades construídas.
Com o passar dos anos, nossos diálogos-discreto-implícito-pornográficos e a convivência de 28 horas/dia farão falta, seja por excesso de maturidade ou ‘distância involuntária’.
Dentro de algum tempo ela se formará (?) e aprenderá dizer “perdão, eu estou errada”.
Depois dessa fase (ou frase), a então economista poderá administrar alguma das empresas do futuro publicitário que aqui escreve e quiçá dar um ou outro palpite sobre o mercado financeiro.
Chegando aos créditos finais, deixo claro que gosto um pouquinho de você, mas na hora
da compra minha mãe aconselhou que escolhesse o hamster que vinha com gaiola, ração e não fazia tanta sujeira. [Tema de depoimento antigo.]

Anúncios

One Response to “Por eles”

  1. falta eu, né? :B


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: